sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Smarter City

.








Este pequeno filme mostra, indirecta mas eloquentemente, a escala do que está a acontecer na China. Mas há outra lição talvez mais importante; enquanto os cidadãos e os estados ocidentais sofrem com o desenvolvimento e a competitividade do Império do Meio, há grandes multinacionais como a IBM que continuam a beneficiar muito com esse fenómeno.
Talvez isso explique por que é que as nações ocidentais não se prepararam em tempo útil para o impacto da esperada, e legítima, ascensão económica da China.

.

1 comentário:

Anónimo disse...

http://www.emigrar.info Entre 2000 e 2006, o número de portugueses que emigraram para Andorra, Suiça, França, Luxemburgo, Espanha e Reino Unido aumento de 419.048 para 639.622, de acordo com o relatório, indicado pelo Diário de Notícias. A Alemanha terá sido o único país a registar uma diminuição de portugueses a trabalhar no estrangeiro - menos 17 mil.