quarta-feira, 29 de maio de 2013

Memórias de um IBMer

Além das imagens que gosto de ver neste Blog, acho que faz falta um pouco de prosa. Por isso aqui vai a minha contribuição:


Sou um ex-IBMer, Departamento CE Porto.  Sei que passei um curto período na empresa (12 anos), quando comparado com muitos outros colegas, mas mesmo assim as impressões que em mim ficaram, são muito importantes, são muito significativas e gratificantes. Recordo-me sobretudo dos bons momentos, dos pontos altos. Claro que também houve pontos baixos, e momentos menos bons e cuja causa pode mesmo ter sido minha.
Quando entrei para a IBM pude saborear vários momentos únicos, que não surgiram por acaso. Lutei e trabalhei muito para aí chegar. Por isso cada conquista teve um sabor intenso.
De administrativo, passei a técnico com uma actividade que obrigava a uma deslocação constante, de cliente em cliente. E gostei. Aliás, gostei muito. Detalhar máquinas em peças com nomes de cada peça em inglês, era um desafio. Mas um desafio sempre ganho com gosto.
Das máquinas de escrever até os AS400’s, passei pelos terminais bancários, assisti ao nascimento dos Personal Computer depois Personal System e ainda trabalhei muito com os Sistemas 36 e ATM’s.
Pertencer a uma equipa de técnicos que no primeiro dia fizeram questão que nos tratássemos todos por tu, que faziam como regra de trabalho o apoio e ajuda na resolução de qualquer problema técnico, fez-me sentir entre amigos. Isso fez a diferença para as outras empresas onde trabalhei, antes e depois da IBM, onde o individualismo era a opção mais comum.
Na IBM aprendi que se pode desenvolver as aptidões individuais trabalhando em equipa. Mais tarde ou mais cedo, lá está o Field Manager para premiar o desempenho, nem que seja passados 11 anos... Mas o importante é que alguém se lembrou.
Histórias de sucesso ou insucesso, preenchem os nossos dias de vida, afinal ... tão curta!


7 comentários:

Microsoft Dynamics disse...


This is such a great resource that you are providing and you give it away for free. I love seeing websites that understand the value of providing a quality resource for free. It?s the old what goes around comes around routine. Did you acquired lots of links and I see lots of trackbacks??
Dynamics AX training

Júlio Branco disse...

Efectivamente só deste grupo de 4 só o Jorge Godinho Martins se encontra no activo. Tive o prazer de ter convivido profissionalmente com o António Castro, um colega exemplar, o que ele narra é o autentico retrato de sua pessoa, felicidades para o António Castro, e um grande abraço meu.

Alfredo Simões disse...

Tantas 8XX que eu reparei, tantos "cycle clutch" que eu mudei. Mas houve quem mudasse mais...

Mariano Garcia disse...

Vocês os CE's, estiveram verdadeiramente no epicentro do prestígio alcançado por aquelas três letras mágicas. Nós, todos os outros, contribuímos para esse prestígio, mas foram as amizades que nos ficaram desse convívio de anos (para mim mais de trinta)a "mais valia" que nos ficou e que eu usufruo com a maior satisfação. Abraços

Júlio Branco disse...

Mas também havia-os que eram alérgicos a mudarem "cyle clutch". Um Grande abraço Alfredo Simões.
Mariano, infelizmente não eramos reconhecidos por muitos, tal como o relatas, claro que não era o teu caso, que sempre te considerei e que ainda perdura essa consideração e estima que tenho por ti.
Um abraço

Júlio Branco disse...

Mas também havia-os que eram alérgicos a mudarem "cyle clutch". Um Grande abraço Alfredo Simões.
Mariano, infelizmente não eramos reconhecidos por muitos, tal como o relatas, claro que não era o teu caso, que sempre te considerei e que ainda perdura essa consideração e estima que tenho por ti.
Um abraço

Antonio Castro disse...

Amigo Júlio Branco, obrigado pelos seus comentários. Lamento só agora responder, pois na verdade não tenho acompanhado de perto este blog. Mas é sempre bom relembrar esses momentos que foram de grande pressão quando no field tínhamos que decidir mudar cycle clutch ou não, e ter de lá voltar passados dias.

Um grande abraço